Cimento queimado: conheça e aplique essa tendência

09 outubro 2018 / By admin

Uma grande tendência de revestimento, com referência no estilo industrial, é a parede em cimento queimado. A técnica basicamente consiste em argamassa (cimento, areia e água) distribuída na parede. Essa não é uma técnica recente, a novidade está na tendência em usar como parte da decoração. O que faz todo sentido, pois há muitas opções legais de combinação e pontos positivos nesse tipo de aplicação.

Aparentemente simples, a técnica exige experiência para a aplicação. Depois de nivelar a argamassa, joga-se pó de cimento seco por toda a superfície e com uma desempenadeira espalha-se o pó. Apesar de ter a palavra “queimado” no nome, não envolve nada com fogo ou calor. Depois do processo feito, é só esperar pela secagem da superfície e o resultado será uma superfície lisa e nivelada.

Como o cimento queimado é feito somente de areia, água e cimento, o custo-benefício é bem acessível, principalmente se for comparado com outros revestimentos.

Se o material for aplicado corretamente, ele terá boa durabilidade, já que a manutenção e a limpeza são feitas facilmente. Além disso, o revestimento é bastante resistente à abrasão e isso evita que ele se quebre e danifique todo o acabamento.

Outro ponto positivo do material é que ele pode ser usado em qualquer ambiente, incluindo cozinha, sala de estar e área externa, já que ele é resistente e lida bem com a água. No entanto, não é aconselhável usar no quarto, pois o revestimento pode tornar o ambiente mais frio, especialmente no inverno.

Por fim, o piso ou a parede de cimento queimado oferece um aspecto rústico, fresco e agradável. Uma ótima opção para dar um estilo diferente com bom custo-benefício.